terça-feira, 6 de julho de 2010

- Tema III:

Afinal, o que são eles? quais são? como escolhe-los? são realmente necessários? qual é diferença que fazem no currículo? o local onde são feitos, diferencia? são garantia de emprego na certa?

São tantas dúvidas e tabus que rondam o assunto, que decidimos explicá-lo, por partes e com máxima clareza possível.


Conhecendo o assunto...
São cursos que mudam totalmente o intelecto de um indivíduo e o encaminha para uma profissão, consequentemente ao mercado de trabalho. Eles duram em média de dois à cinco anos, dependendo do curso escolhido.


O quê os diferencia?
Os cursos superiores lhe proporcionam a parte teórica que é fundamental para a prática executada posteriormente. Independente da área escolhida, é essencial possuir um diploma, não só para ingressar no mercado, mas por uma conquista pessoal que só têm a acrescentar à vida dos que optam por ter.


Onde encontrá-los?
Convenhamos, uma boa instituição pesa muito no currículo. As próprias empresas dão preferência aos profissionais formados numa universidade federal, por exemplo. Em Florianópolis/Santa Catarina, contamos com 19 instituições de ensino superior, vejamos:

Públicas:
- UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina);
- UDESC (Universidade do Estado de Santa catarina);
- IFSC (Instituto Federal de Santa Catarina);
- USJ (Universidade de São José).

Privadas:
- UNIVALI (Universidade do Vale de Itajaí);
- UNISUL (Universidade do Sul de Santa Catarina);
- Faculdade Estácio de Sá Santa Catarina;
- Faculdade Senac Florianópolis;
- Faculdades Assesc;
- CESUSC;
- Faculdade Decisão;
- IES/Fasc (Instituto de Ensino Superior da Grande Florianópolis);
- Senai Centro de Tecnologia em Automação e Informática;
- FEAN (Faculdade Energia de Administração e Negócios);
- Faculdade Borges de Mendonça;
- UNIBAN (Universidade dos Bandeirantes);
- Faculdades Barddal;
- SOCIESC/FGV (Sociedade Educacional de Santa Catarina);
- Universidade Cândido Mendes.


Confira...
O ranking do Ministério da Educação, das melhores instituições de ensino superior de Santa Catarina:
Ficou supreso(a)? Nós também! Juravamos que a UFSC liderava o ranking, mais estavamos enganados, eleito pelo Ministério de Educação, o melhor de Santa Catarina é o IFSC!

Entenda o índice do MEC: A pontuação foi dada à 153 centros universitários, 178 universidades e1.600 faculdades. Foram usados os conceitos obtidos com base no Enade (Exame Nacional de Desempenho do Estudante).


Curso Técnico ou Curso Superior?
O que os diferencia é a parte prática executada com ênfase no curso técnico e a parte teórica que ganha foco no curso superior. É complicado optar apenas por um, mas a dica é: para os que desejam entrar no mercado mais cedo, é recomendável que faça o curso técnico, os que pretendem ingressar na faculdade faça apenas o ensino médio, e claro, estudem muito para o vestibular! Com a concorrência e exigência do mercado de hoje em dia, o que vale mesmo é um currículo completo e qualificado, que no futuro vá lhes proporcionar melhores oportunidades de emprego, então, para esses indivíduos recomendamos que façam o curso técnico, atuem na área, ganhem experiência e após isso, se preparem para ingressar em uma faculdade.


Cursos superiores à distância... Mas como assim?
São cursos geralmente realizados via internet e com tempo de duração e carga horária reduzida.


Nas ruas...
Observe no gráfico a preferência entre os nossos 24 entrevistados:

De acordo com a pesquisa feita pelo blog, a preferência unânime entre os jovens são os cursos técnicos, ao contrário dos adultos que são adeptos do ensino superior.


Troca de Bagagem Cultural...

Rodrigo Andrade, 25 anos e bacharel em administração:
Perguntamos sobre a diferença que o diploma fez no seu currículo e ele diz; "Muita! Sem comparações. E ainda pretendo fazer uma pós graduação e MBA para complementá-lo".

Jordana Pires, estudante de jornalismo, na FESSC:
Entrevistada via internet, questionamos se ela acha que ter uma faculdade conceituada no currículo conta mais, ela explica; "Não adianta nada você ter um diploma de uma universidade federal e não ser um bom profissional." E concluí; "A faculdade, seja federal ou particular, é um plus. É super importante estar em uma boa faculdade para conseguir emprego na área, mas não precisa ser necessariamente em uma federal."

Ruth Costa, 46 anos, formada em Letras pela PUC (Campinas -SP):
No momento atua dando aulas particulares de Inglês. Perguntamos à ela no que o Curso Superior possui de diferencial, e tivemos a seguinte resposta; "Ele te abre portas, com o diploma você está mais perto de provar que é capacitado." A outra pergunta foi: faculdade pública conta mais? Elas responde; "Eu particularmente acho que sim, a pública é considerada de mais valor por exigir um maior grau de dificuldade maior tanto para o aluno quanto para o professor". Curso técnico ou superior? "Acho que o superior, por enquanto e dependendo do curso". Sobre os cursos a distância Ruth disse o seguinte; "Sem comparações os alunos que frequentam as aulas dos que fazem a distância. Os cursos a distâncias não são bem valorizados, frequentar as aulas é muito mais eficiente".

Créditos:
Autoras: Nathália R. Alves e Victória Costa.
Gráfico I: Feito pelo blog. Dados retirados do MEC.
Gráfico II/Pesquisa: Feito exclusivamente pelo blog entre brasileiros; jovens de 14 à 22 anos e adultos de 25 à 40 anos de idade.
Imagem: Educação e Ciberespaço.
Blog participante do Desafio do Conhecimento 2.

7 comentários:

  1. Vou confessar que...
    AMEI!

    ResponderExcluir
  2. sinceramente? não tenho mais NENHUMA dúvida sobre o assunto!!!! estão de parabens

    ResponderExcluir
  3. Larissa Cordeiro8 de julho de 2010 16:21

    Então devo escolher a UFSC ou o IFSC?

    ResponderExcluir
  4. Larissa Cordeiro: Depende, para fazer a escolha veja se o curso que você deseja fazer está disponível no IFSC, e leve em conta a proximidade do local até a sua casa. Não esqueça que as duas instituições são ótimas e conceituadas, o que conta mesmo é o ingresso à elas que não é nada fácil.

    ResponderExcluir
  5. amei os gráficos, qual programa vcs usaram??

    ResponderExcluir
  6. Caro anônimo, o programa utilizado para a projeção dos gráficos foi o Exel.

    ResponderExcluir
  7. não sabia que os cursos técnicos tem prática

    ResponderExcluir